PROFESSOR, INSTRUTOR, COREÓGRAFO, DANÇARINO OU BAILARINO?

A diferença entre Professor, Instrutor, Coreógrafo e Dançarino é bem clara na tua cabeça? O que é responsabilidade de quem? E a principal diferença entre Professor e Instrutor, tu sabes?

“Várias são as denominações usadas e atribuídas às pessoas que ensinam e que praticam danças tradicionais gaúchas. Entretanto, para que possamos refletir com clareza sobre qual a denominação mais adequada precisamos conhecer alguns conceitos:

De acordo com Emidio Nericci (1981): “Professor é quem se dispõe a orientar a aprendizagem de outrem para o alcance dos objetivos seja útil a sua pessoa ou à sociedade ou a ambos.”

Professor pode ser definido como o indivíduo que ensina ou orienta uma ciência ou arte.

Instrutor pode ser definido como o indivíduo que transmite conhecimento, ensina uma doutrina ou adestra.

Coreógrafo é a pessoa ou artista que cria a coreografia.

Dançarino pode ser definido como a pessoa que dança por oficio, artista.

Bailarino é o intérprete da coreografia da dança, do espetáculo.

Levando em consideração o que leva as pessoas a praticarem danças tradicionais, veremos que existem objetivos conscientes ou inconscientes, além de vários específicos.

Coreografia ENART

Dentre esses objetivos sempre haverá um que pode ser definido como o principal e através dele é que perceberemos se a dança esta atuando como “meio” ou como um “fim”.

Alguns professores e dançarinos procuram realizar-se através da dança, buscando, obter resultados ou premiações, nesse caso, a dança passa a ser um “fim”.

Se analisarmos a dança que, como todas as artes, tem como principal objetivo a “comunicação”, concluiremos que ela é um “meio” de expressão, ao mesmo tempo em que constitui um “fim” como proposta de auto realização.”

Este é um ótimo assunto a ser discutido e que faz toda a diferença para quem busca trabalhar com o ensino de Danças Tradicionais!

Sempre há dificuldade em COMEÇAR, principalmente pelo fato de quem vai ensinar teve como conhecimento apenas suas experiências pessoais com a dança, e não através do estudo em bibliografias capazes de auxiliar neste processo.

E é nisto que gostaríamos de ajudar, através do livro do Toni Pereira e do Jeferson Camillo: “Danças Folclóricas & Tradicionais Gaúchas – Uma proposta pedagógica“.

Já contamos um pouco mais sobre este livro NESTE POST.

Então se está pensando em trabalhar com danças gaúchas e quer a indicação de um livro para te ajudar, clique no link abaixo para conhecer um pouco mais:

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O E-BOOK!

#Ebook #Coreografias #DANÇA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui