A ESTÁTUA DO LAÇADOR REPRESENTA OS GAÚCHOS? SERÁ MESMO?

0

“Tchê, quem fez essa estátua? Por que fizeram? Onde foi feito? Quem foi modelo? Por que um Laçador? Foi usado para o que? Tem mais desses por aí?”

O Laçador

Buenas amigos, tudo certo? A figura imponente da estátua do Laçador sempre chamou atenção de todos que chegam a cidade de Porto Alegre. Mas qual o verdadeiro sentido por trás dessa figura? Por que um Laçador afinal? Todas informações foram buscadas no livro “O Laçador. História de um Símbolo”, de João Carlos Paixão Côrtes, escrito em 1994.

Se tu te interessou, e quer entender mais sobre a história do nosso símbolo, CONTINUA LENDO que com certeza muita coisa tu vais aprender! A, e não esquece de compartilhar com a gauchada nas redes sociais.

Livro O Laçador

“Até o fim da década de 1940, se alguém procurasse reverenciar a figura do gaúcho, especialmente como símbolo da terra na estatuária pública portoalegrense, tinha que recorrer ao monumento cívico em bronze, “EL GAUCHO ORIENTAL”. Essa estátua referida por Paixão Côrtes, foi feita em Montevidéu, no dia 1º de dezembro de 1935.

A grande reclamação e tristeza por parte dos gaúchos da época, é que durante os festejos farroupilhas, a cavalgada percorria por diversos pontos da cidade de Porto Alegre, porém não existia nenhum monumento ou estátua que de fato os representassem. Retratando essa questão, Barbosa Lessa falou certa vez: “todas as nações têm os seus heróis, e todos os grande homens tiveram o seu monumento”. Lessa procurava, de alguma forma, poder colocar todo o Rio Grande na figura de um monumento.

El Gaucho Oriental

Então, por ocasião de uma feira em São Paulo, em 1954, onde todos os estados colocavam seus stands e faziam exposição das riquezas de sua terra é que veio a primeira ideia. “A Comissão achou por bem que o pavilhão do Rio Grande do Sul tivesse, à sua entrada, no “hall”, uma figura alegórica que identificasse o homem-terra rio-grandense.” Assim, dava-se a partida a procura do tal “símbolo”.

Mas agora IMAGINA só a conversa.

Barbosa Lessa: “Paixão, precisamos de um símbolo.”

Paixão Côrtes: “Sim Lessa, também acho. Precisamos de um símbolo.”

BL: “Então vamos dar um jeito. Vamos fazer o que de símbolo?”

PC: “Não faço ideia. O que tu acha?”

BL: “Não faço ideia che…”

E foi mais ou menos assim (pelo o que eu imagino, é claro) que veio a grande ideia de fazer um CONCURSO ESTADUAL.

“Aqui, no Estado, estabeleceu-se, então, um concurso público destinado a escolher, entre os artistas plásticos do Rio Grande, aquele que apresentasse um trabalho que melhor traduzisse a figura do GAÚCHO”.

Caringi e o Laçador

Apenas três artistas participaram do concurso, onde o vencedor foi Antônio Caringi. A grande curiosidade, é que a obra exposta por Caringi não era a figura de um Laçador, e sim de um BOLEADOR. Isso aí che. Era para a estátua estar com boleadeiras na mão, e não um laço. Mas por sugestão do próprio artista, e consentimento da comissão avaliadora, ficou definido que seria um laço, e o nome oficial seria O LAÇADOR!!

Então che, a figura do Laçador já estava ganhando forma, que coisa buena. Mas o baile seguiu…

Foi destinado a Paixão Côrtes ser o modelo oficial para que Caringi, fizesse a estátua em gesso, do tal Laçador. Paixão citou: “Aos 26 anos, vestia petrechos típicos do nosso vestuário (“pilchas”) e de meu uso pessoa. Postava-me posando para o mestre Caringi. Assim ele, na grandiosidade de sua alma de artista, começava a criar e modelar seu “O Laçador”.

Charge Paixão Côrtes

Depois de feito então, o dia da tal feira em São Paulo chegou, e diga-se de passagem que caiu exatamente no dia 20 de Setembro, e estava lá a figura imponente do “O LAÇADOR” na entrada do pavilhão do RS. Não sabia-se inicialmente o que seria feito com a estátua em gesso, mas logo optaram por transformá-la em bronze, e manter-se fixa na cidade de Porto Alegre.

O grande momento, depois de pronto em bronze, foi a conquista de um espaço próprio para manter a estátua. Foi através do Governo de Leonel Brizola, que foi instituída a posição que ela ficaria. Todos que chegassem a Porto Alegre pela Zona Norte na BR166, seria recepcionado pelo Laçador. E assim o foi feito.

“Finalmente, o movimento tradicionalista tinha, no “Laçador”, o seu Gaúcho em bronze, esculpido por um artista nosso e fundido em terras rio-grandenses.”

O feito foi tão marcante, que por ocasião de sua inauguração, “um piquete de quase 20 cavalarianos – entre eles autênticos laçadores – vindo de Palmeira das Missões, cavalgou por mais de uma dezena de dias, para estar presente ao referido ato de inauguração.” Essa citação foi retirada do jornal Folha da Tarde

Lauro Rodrigues, que foi quem fez o discurso oficial de inauguração, ficou marcado no tempo por algumas de suas palavras. Como as abaixo:

“Aí, eternizada na forma de bronze, o nosso Laçador ficará de pé, bombeando as lonjuras, como convite para que os homens de todos os tempos não permitam jamais que se apague do panorama humano da querência, a figura das estâncias com os seus tipos e seus costumes. (…) Precisamos integrá-la nas atitudes rio-grandenses. Precisamos, cultuando o Passado, descortinar os dias do futuro.”

Beei che, chega arrepiar o pelo! Imagina agora, tu chegando em Porto Alegre, de manso, sem pressa, e cruza com a figura do Laçador. Que riqueza de momento!

Um fato curioso: “Ao final de 1991, dentro do projeto “Porto Amado”, o sentido de que o portoalegrense encontrasse um símbolo que mais caracterizasse sua Capital, ou o mais amado pelo seu povo, o Banco Itaú e a RBS, desenvolveram uma “campanha”, através do voto direto popular, que movimentou 548.757 eleitores.”

Porto Amado

E CHE, ADIVINHA QUEM GANHOU? Com 175.923 (32,1%) dos votos, O Laçador desbancou outros 15 locais da cidade, dentre eles o Pôr-do-sol no Guaíba, Parque da Redenção, Parcão e por aí vai.

Graças a este movimento, em 1992, O Laçador passou a ser considerado Símbolo Oficial da cidade de Porto Alegre.

Então moçada, o que acharam? Se gostaram de saber um pouco mais sobre O Laçador, não deixa de COMPARTILHAR com a gauchada! Se tu quer saber tudo sobre DANÇAS TRADICIONAIS GAÚCHAS, PAIXÃO CÔRTES, COISAS QUE SEMPRE ACONTECEM EM CTGs ou nossos PARCEIROS, é só escolher e clicar che!

E não esquece de nos seguir em todas redes sociais:

FACEBOOK: Tem todos os posts

INSTAGRAM: Tem umas fotos bem ajeitadas

TWITTER: Tem bastante palpite de tudo

YOUTUBE: Tem uns manuaispor lá

#PaixãoCôrtes #BarbosaLessa #Laçador #Símbolo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui