SHOW COM FABIO SOARES EM CAXIAS DO SUL!

Buenas gauchada!

Este mês de Novembro tem um evento gaúcho umas quantas vezes!

O CTG Imigrantes e Tradição está promovendo o BOLICHO DO IMIGRANTES!

Este bolicho, terá show de uma pessoa muito especial, que cada vez está fazendo mais sucessos com suas músicas.

Fábio Soares tem cinco CD’s gravados, em uma carreira com mais de 17 anos. Sua música exalta os valores regionais do Rio Grande do Sul, enquadrando temas de campo e de reflexão a uma interpretação afinada e emocionante.

O repertório do show traz um pouco dessa trajetória e desse sentimento, mesclando entre composições de sua autoria e de grandes nomes do nativismo.

Entre as músicas autorais pode-se destacar a valsa “Ao bailar de dois olhares” e o chote “Assim Deus fez a lua”, sendo esta última a grande referência musical de sua carreira, com notoriedade principalmente entre as invernadas artísticas dos CTG’s. De suas participações em festivais destacam-se as músicas “Silhuetas de campo” e “Na força de um cantar”, sendo campeã do Festival da Música de Flores da Cunha (Flores da Cunha / RS) e vice campeã do Festival Cesar Passarinho (Caxias do Sul / RS) respectivamente. Também pode-se acrescentar “Escuta o que te digo”, de sua autoria, e “O tempo”, em parceria com Diego Muller, Severino Rudes Moreira e Uiliam Michelon, duas músicas marcantes de um novo momento com uma mensagem verdadeira e bonita. Das obras que gravou de outros autores destacam-se “Vaneira macharrona”, autoria de Rogério Villagran e Ênio Medeiros; “Canto ao pastoreio”, de Eliézer Tadeu Dias de Souza e João Bosco Ayala Rodrigues; “Tropas de maio”, de Dilan Camargo e Newton Bastos; “Tropeiros de Mula”, de Elson Lemos e Paullo Costa; e Tropilhas de Saudade, de Lorezoni Barbosa e Marcelo Garcia.

Os músicos que acompanham Fábio Soares são de alta qualidade e comprometimento com as manifestações regionais. Sabe-se que o homem melhor desempenha seu papel quando se vê identificado e apaixonado pelo que faz. Assim são estes músicos, de transparência em suas verdades, em suas influências, formando o alicerce para um momento musical realmente único e emocionante.

Então gauchada, não esqueçam, BOLICHO DO IMIGRANTES, onde deixamos o chasque abaixo:

#FabioSoares #Bolicho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui