“NO MOVIMENTO TRADICIONALISTA EXISTEM PESSOAS EXPERIENTES E PESSOAS VELHAS.”

Abordagem repercutiu nas redes sociais com pensamento sobre Tradicionalistas do Movimento Gaúcho.

Buenas amigos, como estão?

Recebemos hoje um texto, via Facebook, escrito pelo amigo Lê Araújo, criador do projeto Aquecimento Cênico que há tantos anos contribui na formação dos dançarinos de invernadas, que aborda um rico tema, e com certeza precisamos pensar muito sobre.

É uma abordagem complexa, visto que a Cultura Gaúcha sempre traz debates calorosos, porém foi feito de forma extremamente simples, e acredito que pode te ajudar a pensar um pouco mais também.

Deixamos abaixo o texto completo:

Carijo

No Movimento Tradicionalista Gaúcho existem pessoas experientes e pessoas velhas.

As pessoas experientes enxergam que suas instituições são constituídas pelos seres humanos que seus galpões abrigam. As pessoas velhas pensam que a entidade é o galpão que abriga as pessoas.

Os experientes entendem que os jovens são o futuro da entidade, que a contemporaneidade de suas atitudes não são uma ameaça à tradição, pois estes mesmos jovens escolheram estar ali, mesmo tendo um universo de opções que os deixariam livres para ser o que quisessem. Os velhos não. Eles querem dizer aos jovens o que devem ser, ouvir e vestir, e deixam claro que as músicas que ouvem e as coisas que dizem não são “compatíveis” com a tradição.

O experiente diz ao jovem que a tradição pode somar, contribuir com sua formação como ser humano. O velho diz ao jovem que ele tem que optar em ser o que é ou um “tradicionalista de verdade”.

A experiência ensina que devemos abraçar a todos, para que aqueles que se encontrarem, permaneçam. O pensamento do velho diz que temos que eliminar aqueles que não se enquadram logo no começo, para que não contaminem os demais.

O experiente quer aprender com o novo. E aprende! O velho acha que está aqui para ensinar. E tenta empurrar o que acha certo goela abaixo, como se fosse o capataz da verdade.

O experiente ama seus jovens. O velho quer ser temido por eles.

Alguns tradicionalistas experientes são jovens, não importando a idade que tem. Enquanto isso, alguns com vinte e poucos anos já são velhos.

Os experientes deixarão um legado. Os velhos, no máximo, uma foto em um quadro na parede do CTG.

#Movimento #MTG #Cultura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui