ARTISTAS GAÚCHOS SE UNEM PARA HOMENAGEAR PAIXÃO CÔRTES

homenagear Paixão Côrtes

Durante as comemorações dos Festejos Farroupilhas 2019 (chamado de Festejos Farroupilhas por durar mais do que simplesmente uma semana, hoje em dia), alguns dos grandes artistas nativistas do Rio Grande do Sul, na atualidade, se uniram, para homenagear o maior ícone do nosso Tradicionalismo e das Pesquisas Folclóricas do nosso Estado, João Carlos D´Ávila Paixão Côrtes.

O tema dos Festejos Farroupilhas de 2019 é, justamente, a “VIDA E A OBRA DE PAIXÃO CÔRTES”, mote que fomenta a procura de inúmeros tradicionalistas e apreciadores da nossa cultura a aprender e conhecer mais dos caminhos e rumos tomados por este nosso mestre maior.

É assim que, como todo ano se repete, os Festejos, através da iniciativa do Movimento Tradicionalista Gaúcho, lança um tema musical anual, para ilustrar e levar essa temática adiante, chegando realmente ao coração do nosso mundo tradicionalista.

Esse ano não podia ser diferente.

Com letra do compositor, letrista e instrutor de danças Diego Müller, da cidade de Canoas, e música do consagradíssimo cantor e também compositor Érlon Péricles, nascido em São Luiz Gonzaga, porém radicado hoje em Porto Alegre, nasceu o tema deste ano, chamado:

QUEM DESCOBRIU O RIO GRANDE!

A gravação conta com participações mais do que especiais, de grandes artistas, unindo forças e comoções, ao homenagear o folclorista e levar nossa cultura realmente adiante, como do patrono dos festejos 2019, César Oliveira, além de seu parceiro de dupla, Rogério Melo e do acordeonista e cantor Lincon Ramos. Há, nas gravações, ainda a participação do guitarreiro Guilherme Castilhos, gravando o tema no estúdio Guaiaca Records, em Porto Alegre.

E o ritmo não podia ser diferente, dotado de saber crioulo e campechano, como é o de uma Rancheira, bem animada e festiva, como o sorriso do homenageado nos proporcionou a cada encontro.

Érlon Péricles é, já nos últimos cinco anos consecutivos, o autor das músicas temas anuais dos Festejos Farroupilhas.

CTG S.A.Powered by Rock Convert

A letra existia já há alguns anos, desde 2015, em forma de um poema, regalado ao folclorista ainda em vida. Foi uma homenagem em vida prestada ao folclorista.

A melodia sim, que é uma novidade, adaptada em alguns fragmentos do poema inicial, para se tornar uma letra que conquistasse o público e levasse, também fragmentos, ao menos, da “vida e da obra de Paixão Côrtes” a quem a ouvisse ou bailasse.

E foi assim que nasceu o tema, disponível no link abaixo para poderem baixar e ouvirem à vontade, levando-o a todos os rincões do nosso Estado e do Brasil:

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR E OUVIR A MÚSICA.

“AI BOTA AQUI, AI BOTA ALI…
FOLCLORE, DANÇA, CANTO E TRADIÇÃO,
SOU MAIS GAÚCHO SE CHEGA O SETEMBRO
CONTANDO A HISTÓRIA DO GRANDE ‘PAIXÃO’!”

“AI BOTA AQUI, AI BOTA ALI…
GIRO DE PRENDA, ESPORA DE PEÃO,
SOU MAIS GAÚCHO SE CHEGA O SETEMBRO
CONTANDO A HISTÓRIA DO GRANDE ‘PAIXÃO’!”

Compareça no Acampamento Farroupilha, em Porto Alegre, do dia 07 ao dia 20 de Setembro, onde o tema será cantado, recantado, bailado, reverenciado e motivo de grande confraternização e merecida homenagem.

Viva a Tradição gaúcha, viva os Festejos Farroupilha!

E viva Paixão Côrtes, o nosso Mestre maior:

Aquele que DESCOBRIU O RIO GRANDE!!!

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite!
    Muito linda a música Quem descobriu o Rio Grande. Homenagem linda a Paixão Cortes. Gostaria de obter a letra da música para trabalhar com meus alunos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui