NOVO VICE-PRESIDENTE ARTÍSTICO E DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE DANÇAS DO MTG.

Após saída do Sr. Rodrigo de Moura e da Sra. Madeline Zancannaro, novos diretores assumem as funções.

“O tradicionalista Luis Afonso Ovalhe Torres, natural de Porto Alegre, é o novo Diretor de Danças Tradicionais do MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho. O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, Nairo Callegaro, no sábado, 16 de fevereiro.

Ovalhe Torres iniciou no tradicionalismo aos sete anos de idade, dançando e declamando. Amante da arte de Interpretar, diz trazer consigo a seriedade e a disciplina como ponto fundamental para alcançar êxito em qualquer manifestação artística, desenvolvida ao longo de 30 anos dedicados ao Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Em sua trajetória, participou de inúmeros festivais de dança e poesia, uma união que, na sua opinião, foi fundamental para novas descobertas e desafios que o levaram a desenvolver trabalhos ligados à dança em diversos Centros de Tradições Gaúchas pelo estado e fora dele,  valorizando  a cultura gaúcha.

Ovalhe Torres também atuou como avaliador em diversas ocasiões e eventos do MTG,  e por último ocupou o cargo de Diretor das Manifestações Individuais e espontâneas do MTG Gestão 2017/2018.

Tem como filosofia de trabalho, manter a ética, o respeito e a união, através de uma equipe bem preparada, pois, garante, é de fundamental importância esse elo de confiança entre todos, para que se possa desenvolver um trabalho sério e com qualidade.

Como meta, para o decorrer do ano de 2019, tem atender as necessidades administrando,  orientando e conduzindo os trabalhos de avaliação com transparência e respeito junto aos envolvidos da arte de dançar e bailar, preservando a essência e identidade regional, conforme os estudos desenvolvidos pelos pesquisadores.”

Fonte: Eco da Tradição

CTG S.A.Powered by Rock Convert

O tradicionalista Valmir Böhmer é o novo vice-presidente artístico do Movimento Tradicionalista Gaúcho. O anúncio foi feito na manhã de quinta-feira, 14 de fevereiro, pelo presidente da entidade, Nairo Callegaro, e seu nome será apresentado em reunião do Conselho Diretor, no dia 9 de março, conforme regem o estatuto e o regulamento do MTG. Valmir assume no lugar de Rodrigo de Moura, que exerceu a função em 2018, e renunciou ao cargo por motivos pessoais e profissionais.

Natural de Cruz Alta/RS, Böhmer iniciou sua participação no Movimento Tradicionalista quando foi morar em Santa Maria/RS – 13ª RT, em 1980.

Em sua trajetória, acumula diversos títulos na modalidade danças tradicionais representando o Centro de Pesquisas Folclóricas Piá do Sul. Ele também foi membro da delegação que representou no Rio Grande do Sul no Festival da Pátria Gaúcha, realizado na província de Taquarembó – República Orienta do Uruguai -, nos anos de 1998 e 1999, e foi o diretor responsável da delegação no ano de 2013. Também foi diretor responsável pela delegação que representou o Rio Grande do Sul no “Encuentro de Canto y Danza Latinoamericana 2013”, realizado no município de Mina Clavero, Província de Córdoba na Argentina.

Diretor Artístico do CPF Piá do Sul nos anos de 2009 a 2012, também acumulou o cargo de Capataz Geral nos anos de 2011/2012, tornando-se Patrão da entidade nos anos de 2013/2014. Em 2011 a 2014 e de 2017 a 2018 atuou como assessor jurídico na 13ª RT. Em 2014 recebeu a Comenda João de Barro. Em 2017/2018 foi diretor artístico da RT e é conselheiro do MTG 2019/2020.

Böhmer tem como filosofia de trabalho o respeito aos tradicionalistas, para com as entidades, para com os valores pelos quais se é tradicionalista, para com as normas e convenções promulgadas que norteiam o movimento, pelas gerações passadas que fizeram do movimento referência mundial, pelas gerações futuras que herdarão e darão continuidade.

Sua meta, para 2019, como vice-presidente artístico, é dar continuidade ao trabalho exercido pelos antecessores, buscando aprimorar a execução das funções, atuando para que o movimento seja cada vez mais inclusivo, sem perder sua autenticidade. “Pretendo viabilizar e oportunizar que os tradicionalistas exerçam suas atividades, enaltecendo e irradiando nossa cultura com total observância aos princípios tradicionalistas estabelecidos através dos diplomas legais que regem o Movimento”.

Fonte: ECO DA TRADIÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui