ROCK DE GALPÃO COMPLETA 10 ANOS E REALIZA TURNÊ PELO BRASIL!

0

O Rock de Galpão realiza show de lançamento em Curitiba (14/9), no Teatro Positivo.

Formada por Tiago Ferraz (voz e guitarra), Rafa Schuler (guitarra e vocais), Guilherme Gul (bateria), Alexandre “Mestre Kó” Gaiga (teclados e vocais) e David Fontoura (contrabaixo) e Guilherme Goulart (acordeom). A banda mescla as sonoridades regionais do Sul da América Latina com as mais contemporâneas e universais formas de fazer música. A partir dessas sonoridades – como a milonga, o xote e o chamamé – o grupo cria novos arranjos com influências do rock, reggae, folk, blues e outros ritmos, resgatando a obra de grandes autores.

O DVD Rock de Galpão 10 anos na estrada é o registro de diversas apresentações realizadas em turnê pela Argentina e capitais do Sul do Brasil. As gravações começaram em maio de 2017, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, em Porto Alegre – cidade de origem do grupo, com participações especiais dos músicos Humberto Gessinger, Neto Fagundes, Gilberto Monteiro, Hique Gomez, Hossam Ramzy, Gutcha Ramil e do artista plástico Mai Bavoso.

Em setembro, o grupo se apresentou na Argentina, no Hard Rock Café, em Buenos Aires, e no Centro Cultural San Isidro, em San Isidro. Esta última apresentação recebeu convidados especiais, como Valeria Lynch, Franco Luciani e Cau Bornes.

No dia 22 de setembro, o grupo se apresentou na cidade de Florianópolis, no Teatro Álvaro de Carvalho, com participação especial do grupo Rédea Solta. Em Curitiba, a apresentação aconteceu no dia 24 setembro, no Museu Oscar Niemeyer, com participação de João Triska e João Lopes.

As apresentações contaram também com as participações especiais de Diablo Jr. (boleadeiras e bomboleguero) e Paulinho Cardoso (Acordeom).

O Rock de Galpão 10 Anos na Estrada é resultado de um trabalho sério, respeitoso e dedicado em prol da universalização do acesso à rica cultura do nosso Rio Grande do Sul, estado brasileiro que tem enorme semelhança cultural com o Uruguai e a Argentina. Temos certeza de que, em cada cidade por onde a turnê passar, ela estará contribuindo para sensibilizar positivamente as pessoas e oportunizando uma nova visão sobre o cancioneiro gaúcho e sua preservação como parte importante da cultura brasileira e da América Latina”, afirma Tiago Ferraz, vocalista da banda e produtor responsável pela captação de recursos para o projeto.

As músicas do álbum Rock de Galpão – 10 anos na Estrada

Herdeiro da Pampa Pobre (Vaine Darde e Gaúcho da Fronteira)

Percorrendo o Rio Grande (Gildo de Freitas)

Xote da Amizade (Mário Barbará)

Pra Ti Guria (Gilberto Monteiro)

Couro Cru (Mário Barbará e Aparício Silva Rillo)

Sabe Moço (Francisco Alves)

Prenda Minha (Telmo de Lima Freitas)

Semeadura (Vitor Ramil e José Fogaça)

Cancion con Todos (Armando Tejada Gómez e César Izella)

Solo Le Pido a Dios (León Gieco)

Kilometro 11 (Tránsito)

Merceditas (Jamón Sixto Ríos)

Luna Llena (Nelson Ricardo Araya Carvajal)

Rancho de Amor à Ilha (Zininho)

Mocinhas da Cidade (Nhô Belarmino)

Tocando em Frente (Almir Sater e Renato Teixeira)

Bicho do Paraná (João Lopes)

Luna Tucumana (Atahualpa Yupanqui)

Milonga para as Missões (Gilberto Monteiro)

Alfonsina y el Mar (Ariel Ramírez e Félix Luna)

Cordas de Espinho (Luis Coronel e Marco Aurélio Vasconcellos)

O projeto

Criado em 2007, o Rock de Galpão busca resgatar e valorizar a cultura do Rio Grande do Sul através do cancioneiro gaúcho. Nesses dez anos, o Rock de Galpão já se apresentou em mais de 300 cidades, levando a música regionalista para cerca de 500.000 mil pessoas em estados como Paraná, Santa Catarina e o Distrito Federal, além do próprio Rio Grande do Sul.

Batizado por Bagre Fagundes e abençoado por Paixão Côrtes, Luis Carlos Borges e Nico Fagundes, o Rock de Galpão gravou seu primeiro DVD em 2010, em Caxias do Sul, com a participação do cantor e compositor Neto Fagundes, e com o qual o projeto foi indicado ao Prêmio Açorianos de Música daquele ano.

Já em 2014 o grupo gravou o DVD Rock de Galpão Vol. II: Ao Vivo nas Missões, documentário realizado em São Miguel das Missões e São Borja, que resultou no show em frente à Catedral Angelopolitana (monumento histórico da cultura da região missioneira) na cidade de Santo Ângelo.

O trabalho recebeu cinco indicações ao Prêmio Açorianos de Música: Álbum do Ano; DVD do Ano; Produtor Musical (Estado das Coisas e Hique Gomez); Melhor Álbum Pop e Melhor Intérprete Pop (Tiago Ferraz), sendo vencedor nas duas últimas categorias.

O grupo pesquisa o legado musical deixado pelas culturas espanhola, africana e indígena, mostrando a riqueza cultural do estado para os mais diversos públicos brasileiros, ao mesmo tempo em que valoriza o ambiente multicultural em que está inserido.

A partir das sonoridades regionais – como a milonga, o xote e o chamamé – o grupo cria novos arranjos com influências do rock, reggae, folk, blues e outros ritmos, e resgata a obra de grandes autores, como: Lupicínio Rodrigues, Telmo de Lima Freitas, Gildo de Freitas, Jayme Caetano Braun, Mário Barbará, Noel Guarany, Nico e Bagre Fagundes, Vitor Ramil, Elton Saldanha, Luiz Coronel, Francisco Alves, Cenair Maicá, Mário Barbará, Apparicio Silva Rillo, Atahualpa Yupanqui e León Gieco, entre outros.

#RockdeGalpão #Música

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui