O LEGADO DOS IRMÃOS BERTUSSI!

Buenas moçada!

Quem já foi a qualquer baile gaúcho, com certeza ouviu alguma marca desses dois irmãos que agora são lendas da nossa cultura.

Adelar e Honeyde Bertussi, irmãos de sangue, crias de São Jorge da Mulada, distrito do município de Caxias do Sul, saíram do interior para deixar marcas na história da música.

São considerados pioneiros na música nativista, “lançando” modas a cada novo disco lançado, sendo exemplo para todos os novos conjuntos que vieram posteriormente.

Conhecidos como “Cancioneiros das Coxilhas“, no ano de 1943 tiveram suas primeiras músicas gravadas pelo catarinense Pedro Raymundo, outra legenda da música gaúcha.

Foi só em 1955 que abriram cancha para sua carreira própria, lançando seu primeiro disco, onde com o nome “Coração Gaúcho” deixaram sua primeira marca.

No ano seguinte, 1956, gravaram o segundo volume do mesmo disco, eternizando ali o PRIMEIRO BUGIO gravado, muito conhecido até hoje, chamado “O casamento da Doralice“.

Depois da porteira aberta, não pararam mais, e se foram 40 LPs e mais de 500 músicas.

Os Bertussi

Notem a importância histórica dessas duas figuras, onde gravaram, o que se entende, como o único ritmo que realmente tem origem aqui no sul, sem interferências externas, e assim, propagaram para todo o país, sendo utilizado por todos conjuntos de baile até hoje.

Além disso, difundiram como nunca a GAITA na música gaúcha, sempre com influência de seus antepassados italianos.

Em algum documentário, lembro do Adelar comentar que a bateria também foi introduzida por eles nos bailes, pois cada vez mais gente se reunia para dançar, e como não havia ainda aparelhagem de som, e dependendo também de como estivesse o vento, o som das gaitas não iam muito longe, e com a bateria, poderiam pelo menos ficar marcando o ritmo, assim a gauchada não se perdia nos fandangos.

Adelar Bertussi

Talvez ainda não consigamos mensurar a importância do Adelar e o do Honeyde na formação da nossa música, mas com certeza sabemos que só chegaram onde chegaram além de sua alta capacidade de aprendizagem e melhoria constante, pelo tamanho de sua simplicidade e humildade.

Poucos dias atrás, faleceu o Adelar. Muito antes disso, Honeyde já havia partido.

Agora ficam só as boas lembranças, e sempre que um baile tocar nesse mundão, com certeza um pouco dos “Cancioneiros das Coxilhas” será lembrado.

Te agradeceremos para sempre!

“Oh de casa, oh de casa Peço, patrão do céu, um cantinho pra mim Oh de casa, oh de casa Essa tropeada da vida, um dia chega a seu fim”

Honeyde Bertussi

Se gostou de saber um pouco mais, e quer que mais gente também saiba, COMPARTILHA lá no nosso FACEBOOK pra gauchada.

E não esquece de dar uma passada na LOJA BUENAS, que sempre tem alguma camiseta diferente que com certeza tu vai gostar!

#IrmãosBertussi #Música

penteado de prendaPowered by Rock Convert

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui