A BANDEIRA QUE NASCEU NA GUERRA!

“Tchê, quem decidiu essa bandeira? E porquê é assim? Como surgiu? De onde vem? E as cores o que são? Por que desse formato?

Buenas indiada, então se bamo falar de um de nossos símbolos que mais nos enche de orgulho! Quem nunca ficou faceiro em ver um jogador, um músico, um poeta ou alguma pessoa desconhecida segurando uma bandeira do Rio Grande do Sul? E não vem me dizer que acha natural, porque não é… E nada melhor do que entendermos um pouco o “funcionamento” da nossa bandeira.

Não se sabe ao certo quem foi o autor da bandeira do Rio Grande do Sul. Uma das teorias aceitas, é que tenha sido feita por Tito Lívio Zambeccari (Republicano Italiano que lutou na Revolução Farroupilha), em Buenos Aires. Quanto ao significado das cores, existem diversas teorias diferentes, onde os pontos de vista variam de autor para autor. Uma delas é que o verde e o amarelo significam a bandeira Imperial, separados pelo vermelho da guerra (sangue). Também é aceita a teoria de que as cores simbolizam o auriverde do Brasil separado pelo vermelho, que é a cor republicana. Diversos escritores e historiadores gaúchos também deram suas opiniões quanto as cores, mas não vem ao caso citar todos.

Fonte desconhecida

Se não se tem certeza da real origem, o fato é que a bandeira foi criada oficialmente por meio de decreto em 12 de novembro de 1836. E agora um fato curioso. Mesmo após termino da Revolução Farroupilha, a bandeira não entrou em desuso. Na Guerra do Paraguai, na Batalha do Tuiuti em 1866, há o registro de seu uso em uma batalha onde o pelotão era composto por voluntários do Rio Grande do Sul. Tchê, tu consegue imaginar a emoção desses tauras, que estavam lutando praticamente 20 anos depois da primeira Guerra, empunhando a mesma bandeira? Não tem como imaginar… Não tem…

Segundo Juarez Nunes (2015), “a bandeira atual do Rio Grande do Sul foi adotada como símbolo oficial pelo Estado, em 05 de janeiro de 1966, com as cores da bandeira primitiva criada em 1836 em plena guerra dos farrapos, feita no calor da guerra.” Que tal a descrição? Pensa bem. Imagina a cena. Guerra dos Farrapos. Tiro e lança para todos os lados. Barulheira. Chuva. E alguém pensou: “Tchê, vou fazer uma bandeira!”

Fonte desconhecida

A bandeira primitiva, diferente da atual, era quadrada e não possuía distintivo algum. Apenas as cores verde, vermelha e amarela. Já a atual, é de formato retangular, nas mesmas cores, e com distintivo ao centro. Outro fato curioso, e que com certeza devemos encher o peito de orgulho, é que somos o único estado que possui o nome de REPÚBLICA estampado. Detemos este direito por termos lutado, e derramado sangue neste chão. E isso é fato mesmo.

Mas então é isso chê! Gostou de saber um pouco mais da nossa tão famosa bandeira, então não deixa de curtir a nossa página no Facebook e compartilhar com teus chegados! Hasta luego!

#Bandeira #Gaúcho #Farroupilha

CTG S.A.Powered by Rock Convert

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui